ACOMPANHE-ME NAS REDES SOCIAIS

Menor investimento público em 10 anos aprofunda crise

Menor investimento público em 10 anos aprofunda crise

Publicado no dia 12 de Setembro de 2017
Image
Foto: 
Lula Marques

Os sucessivos cortes em investimentos patrocinados pelo golpe de Estado estão promovendo um desmonte sem precedentes na economia do país. “Os investimentos públicos estão no menor patamar dos últimos dez anos, o que pune principalmente o setor da construção civil e contribui para puxar o PIB (Produto Interno Bruto) para baixo”, noticiou o jornal Folha de S. Paulo no final de semana. Para atender aos bancos, o governo golpista reduziu para 16,3 bilhões os investimentos nos primeiros sete meses do ano, aproximadamente R$ 10 bilhões menos do que o verificado no mesmo período de 2016.

Os cortes do governo golpista resultam no menor volume de investimentos de valor desde 2008, quando o Tesouro Nacional passou a acompanhar os números do setor, com dados corrigidos pela inflação. Um dos setores mais atingidos é o da construção civil, em que os investimentos com obras, conservação de estradas e Minha Casa, Minha Vida já despencaram em cerca de 40%. Com a priorização do sistema financeiro, o governo ameaçou cortar ainda mais os investimentos nas obras do PAC, já duramente afetados pela política de arrocho fiscal.

A política de cortes tem sido duramente criticada pela bancada do PT no Senado Federal, que alerta para a necessidade de se adotar uma política anticíclica para combater a crise econômica, como fez Lula. “Ao cortar investimento público o governo mergulha a economia em um ciclo vicioso; a arrecadação diminui, o deficit público aumenta e a economia continua estagnada”, alerta o senador e líder da bancada do PT, Lindbergh Farias (PT-RJ). Aliado a essa política desastrosa, o governo também aposta na privatização dos bancos públicos, reduzindo ainda mais a capacidade de investimento na economia.

Fonte:
PT no Senado

VEJA TAMBÉM

16/10/2017

De janeiro a agosto deste ano, as 19 policlínicas regionais da rede de atenção especializada da Secretaria da Saúde do Ceará no interior do Estado fizeram em conjunto 27.951 exames de mamografia,...

16/10/2017

Mais do que nunca, o Brasil precisa de uma esquerda forte, atuante, que represente de fato as lutas e os anseios da sua gente, e precisa também da persistência dos ...