ACOMPANHE-ME NAS REDES SOCIAIS

Lançada cartilha sobre reforma da Previdência para trabalhadoras e trabalhadores rurais

Lançada cartilha sobre reforma da Previdência para trabalhadoras e trabalhadores rurais

Como fica a vida dos cidadãos e cidadãs do campo com a reforma da Previdência
Publicado no dia 19 de Abril de 2017
Image

O senador José Pimentel e o deputado estadual Elmano de Freitas (CE) lançaram, nesta semana, a cartilha “Trabalhadoras e trabalhadores rurais - o que muda com a reforma da previdência”. Voltada especificamente à realidade da vida no campo, a publicação faz um recorte da reforma da Previdência, levando aos trabalhadores e trabalhadoras rurais informações detalhadas sobre as regras que o governo Michel Temer quer impor à aposentadoria rural. Embora o governo tenha sinalizado com pequenas mudanças no texto, elas somente serão consideradas após aprovação pelo plenário da Câmara dos Deputados.

Considerando o texto original, a cartilha explica à agricultora que a idade mínima de aposentadoria será de 65 anos para homens e mulheres. Ela terá de trabalhar por mais dez anos, enquanto seu marido trabalhará no campo por mais cinco anos. Caso essa regra seja mantida, o adiamento da aposentadoria provocará uma perda de 65 salários mínimos para os homens, o que equivale a R$ 60.905,00. Para as mulheres, o prejuízo dobra, elas perdem 130 salários mínimos, que corresponde atualmente a R$ 121.810,00.

Dentre várias questões, a publicação alerta que a medida do governo Temer estimulará o êxodo rural. Os jovens do campo sairão em busca de espaço no mercado de trabalho urbano, por conta das dificuldades de se aposentarem no meio rural.

A cartilha informa ao trabalhador e à trabalhadora rural que o comércio local da cidade será diretamente atingido pela reforma da Previdência. O valor pago aos aposentados e pensionistas movimenta o comércio local e é maior que o repasse do Fundo de Participação dos Municípios (FPM). A publicação prevê que com menos aposentadorias, haverá empobrecimento.

Na apresentação da cartilha, os parlamentares Pimentel e Elmano convocam a sociedade a se mobilizar para impedir a aprovação da Proposta de Emenda Constitucional (PEC) 287/2016 no Congresso Nacional.

Acesse agora e faça o download da cartilha.

VEJA TAMBÉM

24/11/2017

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva voltou a afirmar, na manhã desta quinta-feira (23), que está...

24/11/2017

As bancadas do PT na Câmara e no Senado foram responsáveis por 44% das 967 emendas apresentadas à Medida Provisória 808/2017, que altera pontos da reforma trabalhista. O prazo para a propositura...