ACOMPANHE-ME NAS REDES SOCIAIS

Com voto contra do PT e outros partidos, colegiado aprova distritão

Com voto contra do PT e outros partidos, colegiado aprova distritão

Legendas se uniram contra proposta que prevê o fim das coligações proporcionais
Publicado no dia 11 de Agosto de 2017
Image

O texto-base da reforma política, que teve como relator o deputado Vicente Cândido (PT-SP), foi aprovado na comissão especial da Câmara que analisou a matéria. Mas, junto com a matéria, o colegiado também acatou – com voto contrário de sete partidos – o chamado “distritão” para a escolha de deputados e vereadores nas eleições de 2018 e 2020.

Nesse sistema eleitoral, são eleitos os candidatos mais votados – como já acontece no pleito para presidente, governador, prefeito e senador – e não mais a partir do quociente eleitoral, que leva em consideração os votos para partidos ou coligações.

Na quarta-feira (9), parlamentares do PT, PCdoB, PDT, PR, PSOl, PHS e PRB lançaram, na Câmara, uma frente ampla contra a aprovação do distritão. O líder do PT na Câmara, deputado Carlos Zarattini (SP), alertou que, diferentemente do que o PMDB e o PSDB afirmam, não há consenso sobre esse sistema eleitoral.

“Ao contrário, o que existe é uma forte divergência. Nós, nessa frente que já tem o apoio de 200 parlamentares de oposição e da base, estamos dizendo não a essa tentativa de acabar com a renovação política, que é fundamental para a democracia”, afirmou.

Fonte:
PT no Senado

VEJA TAMBÉM

24/11/2017

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva voltou a afirmar, na manhã desta quinta-feira (23), que está...

24/11/2017

As bancadas do PT na Câmara e no Senado foram responsáveis por 44% das 967 emendas apresentadas à Medida Provisória 808/2017, que altera pontos da reforma trabalhista. O prazo para a propositura...